Nível de estresse aumenta 75% no fim de ano

Data: quinta-feira, 6 de agosto de 2009 2 comentários

Trânsito, sobrecarga de trabalho e até mesmo compras de Natal fazem do mês de dezembro uma fase agitada. O nível de estresse do brasileiro cresce 75% nas últimas seis semanas do ano. Os dados são de pesquisa da International Stress Management Association Brasil (Isma-BR), associação voltada para o estudo do estresse. A análise foi realizado com 678 pessoas de Porto Alegre e São Paulo.

De acordo com a psicóloga Ana Maria Rossi, presidente do Isma, o que mais causa estresse no brasileiro é o acúmulo de trabalho, mal que afetou 60% dos entrevistados. Em seguida está o gasto extra com as compras natalinas que, segundo a psicóloga, aumentou a tensão em 25% das pessoas. "No fim do ano, as empresas fazem o balanço final e programam o ano seguinte, o que aumenta o volume de tarefas. Além disso, as pessoas têm que organizar as festas e se preocupar com as compras. Com isso, o estresse cresce muito", explica.

Dicas para bem-estar
De acordo com a psicóloga, são comuns sintomas como dores de cabeça, no corpo, aumento da pressão arterial e ansiedade, além do consumo excessivo de álcool e comida. Ana Maria Rossi lembra que, para evitar o estresse, é fundamental planejar todas atividades para o fim do ano e respeitar o próprio limite. Ainda segundo ela, a qualidade de vida deve ser prioridade. "É importante dormir, se alimentar bem, fazer atividades físicas e não abusar do álcool. Além disso, a pessoa precisa ter claro que não vai conseguir realizar tudo o que deseja, por isso precisa estabelecer as prioridades. Fazer o que gratifica também reduz o estresse", declara a psicóloga.

Dona de colégio, estudante de Mestrado, professora de Química, membro da banca corretora das provas da UFF e responsável pelas atividades do lar, Julie Barnes, 42 anos, vê sua rotina ficar ainda mais sobrecarregada em dezembro. "Preciso fazer o planejamento para o próximo ano, organizar a folha de pagamento e atender os novos alunos. Tenho que cuidar das tarefas domésticas e das festas natalinas. Muitas vezes durmo e me alimento mal e acabo fumando alguns cigarros a mais", diz.

2 comentários:

Bel disse...

odeio o stress!!!

bjs

Mariana disse...

Gostei do blogue :)bj